Projetos vigentes

 

Ocupação CAL

Lançada, anualmente, pela CAL/DDC, a  Convocatória de Ocupação CAL  é voltada para artistas do continente latino-americano, maiores de 18 anos, que podem enviar para a instituição, durante o período estipulado no edital,  projetos  em diversos formatos e linguagens, como: artes visuais, espetáculos de teatro e dança, mostras de cinema, música, literatura, performance, minicursos, seminários, oficinas. Os projetos que, mais tarde, serão selecionados  por uma comissão, vão  ocupar as galerias e outros espaços da CAL de  acordo com um cronograma discutido e aprovado na instituição.

 

O objetivo da Convocatória é apoiar projetos de caráter artístico, experimental e formativo, como também  contribuir para o fortalecimento da atuação artística e cultural com impactos educativo e social no  Distrito Federal, por meio da oferta de espaços para o desenvolvimento de  atividades, intercâmbio entre artistas, educadores, gestores culturais, produtores, empreendedores criativos e comunidade local e do entorno.

 

Casas Universitárias de Cultura

Voltado para a comunidade acadêmica da UnB, o Programa Casas Universitárias de Cultura (CUC) é lançado, anualmente, pela DDC/DEX. Aberto, durante o período estipulado pelo edital, a projetos nas áreas de mediação cultural; artes visuais; audiovisual; teatro; dança; performance; literatura; música; arquitetura e cidade; comunicação; humanidades e ciências sociais; preservação, patrimônio e memória, dá direito a bolsas de extensão para estudantes.

 

As propostas selecionadas pelo  edital de fluxo contìnuo  irão ocupar as dependências da CAL (SCS) e da Casa Niemeyer, no Park Way. Além de apoiar a participação de professores (as), técnicos(as) administrativos(as) e de estudantes de graduação da UnB e seus respectivos projetos de extensão, o Programa tem como missão  desenvolver a produção, difusão, preservação e memória da cultura e o intercâmbio entre os países latino- americanos e demais países.

 

Tainacan

Parceria entre o Laboratório de Políticas Públicas Participativas do MedialLab da Universidade Federal  de Goiás com o antigo Ministério da Cultura (hoje Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania) e o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o projeto permite a disponibilização e organização de acervos em meio digital.

 

A parceria  com a DDC/DEX foi formalizada e implementada a partir de uma solicitação feita junto à Faculdade de Ciência da Informação  e ao Curso de Museologia da UnB. Por meio dessa parceria, nasceram dois projetos pioneiros na universidade voltados para a preservação da memória e das coleções museológicas: o  "Memória institucional", que objetiva realizar o levantamento e a inserção em base de dados das informações sobre as ações culturais realizadas pela CAL, desde a sua fundação; e o "Documentação museológica", voltado para a catalogação do acervo artístico e etnográfico da CAL por meio do Tainacan.

 

Programa de Residência Artística Internacional (OCA)

Iniciativa da UnB, por meio do DEX/DDC, em parceria com a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e apoio do Sesc/DF, o Programa  trouxe a Brasília,  em sua primeira edição, em 2017, seis artistas de países diversos do continente latino-americano: Sérgio  Camilo Pinzón e María Alejandra Rojas Arias (Colômbia), Esvin Alarcón Lam (Guatemala), Ismael Arturo Rodríguez (México), Cecilia Vilca Ocharan (Peru) e Jordi Tasso (Brasil).

 

O Programa, que  surgiu   com o intuito de estimular o intercâmbio cultural, o debate e a difusão das artes e humanidades como ferramentas para a formação do pensamento crítico, em 2018 levou às dependências da CAL,  mais seis artistas de nacionalidades diversas: Claudia  Gutiérrez  Marfull (Chile), Fabián Ávila Elizalde (México), Guerreiro do Divino Amor (suíço radicado no Rio de Janeiro), Lucas Dupin (Brasil),Oscar Figueroa (Costa Rica) e René Loui (Brasil).

 

Hamaca

O Hamaca – Coro Internacional da UnB é um projeto que promove a musicalização de adultos e a prática fonética da língua portuguesa por meio do canto coral,  intensificando o intercâmbio cultural por meio da formação de uma comunidade coral internacional.  Neste segundo semestre de 2020, o Coro passou a funcionar, também,  no formato  virtual.

 

O projeto funciona na  DDC/DEX, com ação do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares (CEAM) da UnB e é coordenado pelo docente do Departamento de Música, prof. Mário Lima Brasil; o coordenador adjunto é o diretor da DDC, Alex Calheiros (professor do Departamento de Filosofia)  e  o  responsável pela regência é o servidor técnico da DDC/DEX, Airan de Sousa.

 

Projetos encerrados

 

Grande Vidro

Parceria entre a CAL e a Alfinete Galeria, o projeto foi implantado em 2018 na intenção de aprofundar a experiência expositiva por meio de debates exibindo, a olho nu, o processo criativo dos artistas selecionados. A artista visual Camila Soato foi a primeira convidada do projeto  e, assim, durante o mês de abril de 2018 ela transformou um dos espaços da CAL em um ateliê inusitado. Dessa experiência  nasceu a primeira exposição  do Grande Vidro:"Virilha suada", que ocupou a galeria de Bolso da CAL entre 12 de abril a 22 de maio de 2018, com curadoria de Ana Avelar.

 

Curadorias Visíveis

Proposto e orientado pela professora do Departamento de Artes Visuais da UnB, Cinara Barbosa, é um projeto de extensão contínuo voltado para a reflexão sobre o Acervo da CAL. Além da realização de exposições, tem o objetivo  de  contribuir de uma maneira ampla para a formação de pesquisas curatoriais por meio do acervo.

 

Em 2018, o projeto  realizou a exposição "Relatos subvertidos" que  levantou temas   como territorialidade e a presença da mulher na arte latino-americana. Em 2019 foi a vez da mostra "Te faço nascer livre" que, através das peças  do Acervo, refletiu sobre a formação plural de povos que carregam heranças e vivências culturais europeias, africanas e ameríndias.